1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) é a Província da Comunhão Anglicana do Brasil

POST CEA 10 10 2023

A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) é a Província da Comunhão Anglicana do Brasil

Porque falar disto, quais os limites de tal afirmação, qual a importância de dizer disto e o que isto significa para o anglicanismo continuante e para o “anglicanismo inventado”?

O anglicanismo é uma tradição cristã que tem raízes na Inglaterra, marcada por sua história única e evolução ao longo dos séculos. A Comunhão Anglicana, por outro lado, é uma comunidade global de igrejas que compartilham a fé e as tradições anglicanas. Ambos desempenham papéis significativos no cristianismo e em suas relações internas e institucionais.

No entanto, surgem problemas quando alguém que nunca teve ligação com o anglicanismo decide autodenominar-se bispo anglicano e reivindicar uma identidade que não possui legitimidade histórica ou teológica. Essa ação cria uma dissonância cognitiva, pois a pessoa está se afirmando como algo que não é, e isso levanta preocupações éticas e práticas.

A Comunhão Anglicana é composta por igrejas que seguem uma estrutura eclesiástica e doutrina estabelecida ao longo de séculos. A autodesignação como bispo anglicano por alguém externo à Comunhão ignora essa estrutura e história, gerando confusão e divisão.

Isso prejudica a integridade da tradição anglicana, bem como o respeito mútuo entre as igrejas que a compõem.

A dissonância cognitiva ocorre quando essa pessoa tenta validar sua identidade autoproclamada como "mais anglicana" do que a própria Comunhão Anglicana, o que é uma afirmação sem fundamento. Isso mina a coesão e a autenticidade da fé anglicana, causando tensões e mal-entendidos dentro e fora da tradição.

Além disso, tal ação cria dilemas éticos para a membresia e clero da igreja "inventada" por esse sujeito. Eles podem ser levados a questionar a legitimidade de sua liderança espiritual e sua própria participação na comunidade, levando a divisões internas e incertezas religiosas.

Em resumo, a autodesignação como bispo anglicano por alguém sem conexão histórica ou teológica com o anglicanismo representa um problema sério. Isso mina a integridade da tradição anglicana, prejudica a Comunhão Anglicana global e cria desafios éticos para aqueles que são atraídos por essa figura autoproclamada. É um exemplo claro de como a dissonância cognitiva pode afetar negativamente o cristianismo e suas relações internas e institucionais.

Por fim e naturalmente, vale lembrar que toda e qualquer pessoa que quiser conhecer Anglicanismo como tradição religiosa deve se aproximar do grupo de igrejas que de fato, historicamente comprovadas, representam está tradição no Brasil. Todas estas igrejas estão, de alguma forma, ligadas na raiz ou por paralelismo à IEAB, que é a Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, parte da Comunhão Anglicana. A IEAB, por ser parte da Comunhão Anglicana, é inequivocamente anglicana em todos os sentidos deste termo, porque é de tradição anglicana e é da comunhão.

Um olhar e convite cristãos pra festa de "Cosme e Damião" (Ibeji)

POST CEA 27092023

Um olhar e convite cristão, iluminados pelas Teologias da Sagrada Umbanda e do Candomblé Bantu, pra festa de "Cosme e Damião" (Ibeji)

Hoje é dia de Ibeji, sincretizado(s) com Cosme e Damião.

Dia de dançar sob bandeirinhas, comer bolo, chupar bala e pirulito, beber suco e refrigerante... também!

Mas principalmente, dia de lembrar crianças, inclusive as que moram escondidas nos cantinhos das pessoas que se consideram apenas adultas; dia de celebrar nascimento e vida; dia de lembrar que tudo que nasce e vive é filho/a adotiva da Mãe-Água-Doce; dia de saber que não se pode viver sem se permitir passar pela dor do processo de nascimento.

Dia de descobrir, principalmente, que não há nada que adulto pense fazer que as crianças não possam desfazer, e dia de celebrar que quando a gente permite que as crianças (todas, inclusive as nossas internas) desfaçam o que acreditamos já estar definido e fixo, experimentamos a dor do processo do nascimento, enquanto recebemos a dádiva do convite de viver vida nova, tal e qual criança eterna que sempre seremos... porquê a criança ainda não é adulta, mas em cada pessoa adulta sempre mora a força da criança, esperando o espaço e convite pra renascer e alterar tudo, numa grande alegria sob as muitas bandeirinhas penduradas ao longo do nosso fio de vida.

Então, amigo e amiga "cristã", seja cristã de verdade, lembre-se da obrigação de nascer de novo que nos foi ensinado pelo Deus que assumiu duas naturezas e quis nascer criança um dia, e permita-se tudo, menos o preconceito. Pega saquinho de "Cosme e Damião" sim! Vai em centro comer bolo sim! Celebre a vida sim!

Se são comidas consagradas a Ibeji? Sim, sem dúvida, e graças a Deus por isso!

Desde a época apostólica, e isto se reflete em parte da literatura paulina, nós cristãos somos chamados a fazer discernimento do que devemos fazer, do que é conveniente viver, inclusive na observância de regras de convivência com outras religiões, e também com o consumo de alimentos utilizados nas liturgias de outras religiões. Ora, se é possível compreender a Umbanda e o Candomblé, em certo sentido chancelado pelas próprias teologias internas das mesmas religiões como sistemas religioso monoteístas (e recomendo a leitura de "O Candomblé bem explicado" de Kiley et al sobre isto ou alguma outra obra mais introdutoria, além do clássico "A Filosofia Bantu" de Tempels), e se os orixás podem sem compreendidos como pujanças divinas e forças da natureza, comer comida consagrada a Ibeji e comer comidas consagradas à dádiva de (re)nascer e (re)viver. E quem não se sente, como pessoa cristã, convidada a nascer e renascer, viver e reviver? Se isto não briga em nada com sua consciência cristã (e com a minha não briga...)

Desfrute, aproveite! Coma com alegria, festeje todas as crianças e toda a energia da vida que se reinventa! Isto não significa, necessariamente, ser menos fiel a Deus...

Salve Ibeji! Ele é Dois!
Omi Ibeji! Bejí Eró!

Revdo Dr Julio Reis Simões
Comissão de Ecumenismo e Diálogo Interreligioso da Diocese Anglicana do Rio de Janeiro
Igreja Episcopal Anglicana do Brasil

Encontros Formativos - De 08/08/ à 31/10

ENCONTROS FORMATIVOS CEA CARD ATUALIZADO

Quando o assunto é formação, o Centro de Estudos Anglicanos (CEA) não para de surpreender. Desta vez, irá promover uma série de encontros formativos, super didáticos, para todas as pessoas interessadas de nossa Província.

Os encontros começam no dia 8 de agosto e vão até 31 de outubro. E sabe o que é melhor? São TOTALMENTE GRATUITOS, bastando você realizar sua inscrição pelo link:

https://www.even3.com.br/igreja-de-deus-para-o-povo-de-deus-369395/

Não perca tempo: reserve agora mesmo as datas na sua agenda e divulgue esse post para o máximo de pessoas.

ENCONTROS FORMATIVOS CEA CARD ATUALIZADO 08082023 

É de graça, é formação, é missão.

#formacaoanglicana

#anglicanismo #somosieab

#souieab #ieab #igrejaanglicana

O conservadorismo tenta marcar posição em Lambeth! (E daí?)

POST CEA 2022 040822

Reagindo ao comunicado da Câmara Episcopal da IEAB de 31/07/2022

Rev. Dr. Julio Eduardo dos Santos Ribeiro Reis Simões – DARJ
Equipe de redes sociais do CEA

A delegação da IEAB na conferência de Lambeth tem sido, corretamente, identificada como uma delegação de uma província progressista (que aceita o casamento homoafetivo, que ordena(ria) pessoas LGBTQIA+ casadas inclusive ao episcopado, que ordena mulheres) pela ala conservadora da Comunhão Anglicana, representada pelo grupo de igrejas alinhadas à GAFCON, e que não aceita algum ou vários destes pontos que por aqui foram construídos ao longo dos concílios e, sobretudo, sínodos.

Os bispos da GAFCON têm se negado a comungar com pessoas LGBTQIA+ ou com bispos de dioceses que aceitam o casamento homoafetivo, etc. E muita gente está apavorada, pensando que isto significa que a igreja está se tornando conservadora. Bem... Não deveria!

CARTILHA: Orientações pastorais sobre as Eleições 2022: O amor e a fidelidade se encontrarão

POST CEA 2022 OPSELEICOES2022

Confira a cartilha que foi preparada pela Câmara Episcopal da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e tem por objetivo, fornecer a todas as pessoas que compõe a IEAB, bem como, toda a sociedade brasileira uma reflexão pastoral sobre a importância das Eleições de 2022 numa perspectiva democrática, ética, amorosa e de acordo com os valores evangélicos.

Título: Orientações pastorais sobre as Eleições 2022: O amor e a fidelidade se encontrarão; a justiça e a paz se beijarão. Salmos 85.10

Organização: Bispo Humberto Maiztegui

Coedição: Editora e Livraria INCLUSIVIDADE

[+] Clique aqui e baixe Gratuitamente a Versão Digital.

- Deseja realizar a aquisição de outros livros? Visite a Livraria Anglicana em:

https://www.livrarianglicana.com.br

Promoção do Diálogo Ecumênico e Inter Religioso e Enfretamento aos Fundamentalismos Religiosos

CARD FOSPA2022 MESA5 31072022

Clique aqui para baixar o artigo na íntegra ou faça a leitura abaixo:

MESA 5 – X Fórum Social Pan Amazônico | Belém – PA, 28 a 31/07/2022.
Campus da Universidade Federal do Pará – UFPA

Promoção do Diálogo Ecumênico e Inter Religioso e Enfretamento aos Fundamentalismos Religiosos

__________
“Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião.
Para odiar, as pessoas precisam aprender a odiar; e, se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar.”
(Nelson Mandela).

 Estamos na Amazônia! Ela é a mãe de todas, de todos e de todes nós! Por isso: Amazônidas como filhas adotadas e filhos adotados! Dela nos alimentamos – em seu seio materno que é fonte de “leite e mel” – nosso sustento. Com ela cultivamos vidas, valores, espiritualidades, aquilo que chamamos de experiência de fé nas diferentes interpretações nessa circular relação com a vida presente nela.

Sub-categorias

Publicações Recentes

Novidades CEA

AMAZÔNIA e o ANGLICANISMO…

AMAZÔNIA e o ANGLICANISMO

stron;  Nacional de Educação Teol…

Leia mais > AMAZÔNIA e o...

Livro: Kinsolving…

Livro: Kinsolving

Publicadora EcclesiaKinsolving - Biograf…

Read More...

Livro: Herdeiros da Fé…

Livro: Herdeiros da Fé

Herdeiros da Fé Livro do Professor…

Leia Mais > Livro:...

Panfleto: Mistério da fé – Série Liturgia I - Dom Sumiu Takatsu…

Panfleto: Mistério da fé – Série Liturgia III - Dom Sumiu Takatsu…

Destaque CEA

IEAB…

IEAB

Conheça o site da IEAB - Igreja Epis…

Leia Mais > IEAB…

Calendário de Assessorias e Projetos Diocesanos 2014…

Calendário de Assessorias e Projetos Diocesanos 2014

A seguir publicamos o Calendário de Asse

Leia Mais > Calendário...

Comunhão Anglicana…

Alterações canônicas para a Educação Teológica na IEAB…

Alterações canônicas para a Educação Teológica na IEAB

[+] Acesse aqui as Mudanças Canônicas...…

Leia Mais > Alterações...

Curso em EAD…

Curso em EAD

    Conheça nos Cursos de Formação…

Leia Mais >Curso em...

Enquete Participe

O que você achou do site do CEA e Seus Conteúdos ?

Regular - 7.3%
Bom - 87.3%
Fraco - 3.6%

Total de votos: 55
A votação para esta enqueta já encerrou em: Janeiro 1, 2018

© 2013-220 Centro de Estudo Anglicanos - CEA. Todos os direitos reservados.

Salvar

Salvar