1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Informativo CEA

“Onde houver ódio, que eu leve o Amor”

SAO FRANCISCO2018Estamos vivendo um tempo de desamor, desrespeito, violações de direitos básicos da pessoa humana. Nas ruas, agressões às pessoas diferentes por conta da condição social, do campo de pensamento, do gênero. País dividido, violências banalizadas. Esse contexto é mais do que atual, é real. Cabe em qualquer crônica dos nossos dias, em qualquer das nossas cidades, pequenas ou grandes, em qualquer das nossas capitais. No entanto, era a conjuntura de uma pequena cidade da Úmbria (região central da Itália) entre os anos de 1182 e 1226, chamada Assis, terra natal de um certo Francisco Bernardone.

No momento em que a guerra era iminente, Assis e Perúgia em conflito (embalado e alimentado principalmente pelos “homens de (e da) fé”), toda a sociedade estava evolvida e embriagada com o belicismo vigente. Por diversas razões, políticas, financeiras e religiosas, cada qual se colocava de algum dos lados. Para os jovens, ambiciosos para obter um título de nobreza, uma oportunidade ímpar. Para Francisco, um “chamado” natural. Servir a um nobre cavaleiro e também se tornar um. Servir a um “servo do Senhor”.

Outubro: Mês das Vocações na IEAB

02102018

Agradecemos a Diocese Anglicana de Brasília pelos estudos bíblicos AQUI disponibilizados.

Como cristãs anglicanas somos pessoas que reconhecemos o chamado diário e contínuo de RUAH para que demos testemunho de sermos canais de bênçãos e não de maldição.

Semanalmente, há algum tempo, uma pequena parcela do Povo de Ruah, a Missão da Liberdade, de Jaboatão dos Guararapes/Pernambuco, da Diocese Anglicana do Recife, tem orado a coleta pelas vocações do Livro de Oração Comum, confiando na renovação do chamado divino a cada qual das pessoas partícipes dessa comunidade, mas também da Diocese Anglicana do Recife e de toda Igreja Episcopal Anglicana do Brasil.

Que vocação é chamado decorrente de uma escuta atenta aos sopros de Ruah é sabido por toda a Igreja. No entanto, é fundamental que se saiba também quais as implicações desse chamado.

Certa feita, o Arcebispo anglicano sul-africano Desmond Tutu, em uma entrevista concedida a BBC de Londres, relatou como o testemunho de alguém consciente de ser vocacionado por Ruah, fê-lo ouvir o chamado de Ruah em sua própria vida, lançando luzes sobre o que é esperado de alguém que responde sim ao chamado de Ruah:

Envelhecer é uma dádiva. Que as pessoas idosas possam sonhar

“Nos últimos dias, diz a RUAH, derramarei do meu Espírito sobre todos os povos;
os seus filhos e as suas filhas profetizarão, os jovens terão visões,
as pessoas idosas terão sonhos.” (Atos 2:17)

Dia do Idoso 01Out

Hoje, primeiro de outubro, celebramos o Dia Internacional da Pessoa Idosa. Data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para homenagear as pessoas idosas e para conclamar as sociedades quanto a necessidade de respeitá-las.

Tenho uma mãe idosa às vésperas de completar 75 anos de vida. Lembro-me que quando se tornou sexagenária, sonhava completar 65 anos para poder usar o transporte público gratuitamente. Na ocasião, dizia-lhe eu: “Mãe, é importante que nos lembremos que essa gratuidade não é favor, mas direito adquirido. Assim como os assentos reservados. A senhora e tantas outras pessoas muito trabalharam por longo tempo de suas vidas, contribuíram com impostos e agora é tempo de colher um pouco do que semearam.”

Hildegarda de Bingen: na Idade das Trevas, uma Grande Luz

Há 839 anos, no dia 17 de setembro, Hildegarda de Bingen, monja alemã beneditina, mística, teóloga, escritora, conhecedora da farmácia e da botânica, cosmóloga, compositora, que trocou cartas com papas, bispos, reis e imperadores, tornou-se ancestral.

Dentre seus escritos, o mais importante é “Scivias - Conhece os caminhos do Senhor: Scito Vias Domini”.

À ela, Hildegarda, o poema do Rev. Eduardo Henrique Alves, conhecido poeta Ribeiro Alves:

Hildegarda Von Bingen

SCIVIAS (a Hildegarda de Bingen)

Vi, no ventre

maduro e redondo

do criado, a Terra

(Tua filha), irmã nossa,

gestar O fruto

(Teu Filho): Senhor nosso.

Ela, toda formosa,

cobria-se (bela alegria)

da Luz mais pura,

A IEAB no Encontro de Oficiais Ecumênicos do CMI, da América Latina e do Caribe

210918 00A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil enviou-me como membro da Comissão Nacional de Relações Ecumênicas para o Encontro de Oficiais Ecumênicos do Conselho Mundial de Igrejas (CMI) da América Latina e Caribe (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Curaçao, El Salvador, Jamaica, Nicaragua, Peru, Trinidad e Tobago e Uruguai).

De 18 a 20 de outubro, em Buenos Aires/Argentina, estive representando nossa Igreja com outras 21 pessoas, clérigas e leigas evangélicas e evangélicos de Igrejas: Batistas, Luteranas, Metodistas, Presbiterianas, Discípulos de Cristo, Cristã Bíblica, Pentecostal, Valdence, Moraviana e Episcopal Anglicana. Do Brasil, éramos quatro pessoas, sendo eu a única episcopal anglicana presente, numa plenária que assegurou equidade de gênero na composição.

Foram dias de intensa agenda, com a partilha de experiências do que tem acontecido em nossas igrejas, com a exposição sobre o que é o CMI e de como funciona, com enfoque na Peregrinação por Justiça e Paz na América Latina e no Caribe; com uma síntese, em vídeo, do que foram as dez assembleias realizadas a cada sete anos, durante o período de 1948 a 2013 (a 8ª assembleia foi realizada em Porto Alegre/RS); e a estratégia de comunicação do CMI, que está sob a responsabilidade do luterano Dr. Marcelo Schneider (recomendo acessar o link: www.oikoumene.org/pt/news/ecumenical-officers-from-latin-america-and-the-caribbean-gather-in-argentina, para ver a notícia escrita por Schneider).

Pontos altos do Encontro:

  • Oportunizou uma visão panorâmica do que tem sido realizado pelas igrejas que colaboram para a peregrinação do CMI por justiça e paz, com destaque nas experiências da Igreja Presbiteriana de Colômbia, Fundación Hora de Obrar (Argentina), Igreja Presbiteriana de Trinidad e Tobago;
  • Apresentou um relato sobre o Programa de Acompanhamento Ecumênico do CMI na Palestina e Israel;
  • Reuniu pessoas comprometidas com: a promoção de ações de enfrentamento à violência contra meninas; contra o feminicídio; contra o racismo e a xenofobia; e com a luta pelo acesso à água, pelo direito à terra e o combate à fome;
  • Promoveu uma articulação regional de lideranças comprometidas com o ecumenismo a partir de suas bases.

Participar do Encontro foi uma oportunidade ímpar de aprendizado e de fortalecimento. Tornar-me uma oficial ecumênica é um privilégio e uma responsabilidade que assumo como responsabilidade evangélica de serviço/poder que transforma vidas.

Revda. Dra. Lilian Conceição da Silva

Foto: Marcelo Schneider/WCC

Edital de Bolsas Junet 2018

edital Junet 2018

A Junta Nacional de Estudos Teológicos (JUNET), da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, informa a abertura do Edital 2018 para recebimento de propostas de projetos para o pleito de bolsas de estudos.

Prazo final: 30 de outubro de 2018.

PROGRAMA DE BOLSAS DE ESTUDO 2018

O Edital, os critérios e o formulário estão disponíveis abaixo:

# Edital 2018;

# Critérios 2018;

# Formulário 2018.

Comissão Nacional de Incidência Pública, Direitos Humanos e Combate ao Racismo

070918 v2

Nesse 7 de setembro, a Comissão Nacional de Incidência Pública, Direitos Humanos e Combate ao Racismo, da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB); em atenção à solicitação da Câmara Episcopal, elaborou e compartilha esse subsídio para estudo e reflexão de nossas comunidades, com intuito de afirmar nossa responsabilidade cristã no exercício da cidadania, em tempos de eleições.

Animamos toda a IEAB a fazer bom uso desse material. Que sejamos canais de Ruah na promoção de justiça social em nosso Brasil.

Clique aqui para baixar "Agentes de Construção Democrática a partir dos Princípios do Evangelho"

Novidades CEA

Reflexões Nº6 – Centro de Estudos Anglicanos…

Reflexões Nº6 – Centro de Estudos Anglicanos

ia Anglicana: Evolução, Diversidad

Read More...

Reflexões Nº8 – Centro de Estudos Anglicanos…

Reflexões Nº8 – Centro de Estudos Anglicanos

ões da Conferência de Lambeth 199

Read More...

Panfleto: Mistério da fé – Série Liturgia II - Dom Sumiu Takatsu…

Reflexões Nº9 – Centro de Estudos Anglicanos…

Reflexões Nº9 – Centro de Estudos Anglicanos

de Virgínia(Reátório da Comiss

Read More...

Livro: Herdeiros da Fé…

Livro: Herdeiros da Fé

Herdeiros da Fé Livro do Professor…

Leia Mais > Livro:...

Destaque CEA

IEAB…

IEAB

Conheça o site da IEAB - Igreja Epis…

Leia Mais > IEAB…

Calendário de Assessorias e Projetos Diocesanos 2014…

Calendário de Assessorias e Projetos Diocesanos 2014

A seguir publicamos o Calendário de Asse

Leia Mais > Calendário...

Comunhão Anglicana…

Alterações canônicas para a Educação Teológica na IEAB…

Alterações canônicas para a Educação Teológica na IEAB

[+] Acesse aqui as Mudanças Canônicas...…

Leia Mais > Alterações...

Curso em EAD…

Curso em EAD

    Conheça nos Cursos de Formação…

Leia Mais >Curso em...

Últimos Comentários

  • Novo site, novos tempos
    João Maciel João Maciel
    Olá Equipe do CEA, gostaria de parabenizar a todos que estão nesta missão de partilha do conhecimento ...

    Leia mais ...

     
  • Deixe seu Comentário
    Alessandra Alessandra
    Paz e amor elisandrotc@gmail.com

    Leia mais ...

     
  • História do CEA
    manicure manicure
    Good post. I learn something new and challenging on sites I stumbleupon everyday. It will always ...

    Leia mais ...

© 2013-2017 Centro de Estudo Anglicanos - CEA. Todos os direitos reservados.

Desenvolvimento e Hospedagem de Sites

Salvar

Salvar